terça-feira, 21 de junho de 2016

Feltro: o lado mais bonito do TNT

TNT é a sigla de “tecido não tecido” utilizada para descrever materiais como o feltro, feitos a partir de lã ou de outros pelos prensados, ao invés de tecidos. Esse processo de fabricação é o motivo pelo qual o feltro é um material especial, com características específicas e, assim, é necessário conhecê-lo bem para fazer bons trabalhos.

Fácil de trabalhar, o feltro é um dos materiais preferidos no mundo do artesanato.

Felizmente, a nova professora do Canal do Artesanato Fabi Medico preparou uma aula de introdução ao artesanato em feltro que explica as características desse TNT, como fazer transferência de riscos e que cuidados básicos são necessários para usar o feltro.

A professora apresenta os materiais para serem usados com o feltro: as possibilidades são enormes.

Uma curiosidade trazida pela professora é que o feltro não tem os lados avesso e direito do jeito que conhecemos, porque ambos podem ser utilizados para fazer as peças e alcançar o mesmo resultado. O segredo é o lado mais bonito do feltro que, segundo Fabi, tem menos buraquinhos e, portanto, é preferível para ser considerado o lado direito desse TNT.

A aula de introdução ao artesanato em feltro é a primeira de muitas outras que chegarão da professora. Confira a aula completa, com todas as dicas sobre o feltro, disponível a todos os assinantes no Canal do Artesanato.

Se ainda não é assinante do Canal do Artesanato, você pode participar e aproveitar o primeiro mês grátis! São mais de 1.200 aulas para conferir. Se gostar, continue com a assinatura por apenas R$ 14,90 por mês, após o período gratuito.

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Afinal, o que é bordado livre?

O bordado é uma das técnicas artesanais que mais possuem variações. Há pontos que só podem ser feitos em alguns tecidos, enquanto outros podem ser aplicados onde quisermos. Por conta disso, nem sempre é fácil identificar todos eles!

A técnica de bordado livre é interessante, porque, como seu próprio nome diz, permite maior liberdade ao criar os pontos, uma vez que eles poderão ser maiores ou menores, de acordo com o seu gosto pessoal. Pontos clássicos, como o ponto cruz, podem ser utilizados no bordado livre, mas há pontos que funcionam bem no bordado livre (por exemplo, o ponto corrente e o nó francês).

Toalha com pontos de bordado livre (corrente, caseado e nó francês), ensinada pela professora Leila Jacob no Canal do Artesanato.

O tecido utilizado para o bordado livre não possui tramas com fios contáveis, ou seja, não é possível bordar todos os pontos com o mesmo tamanho e distância entre si. Assim, os pontos em bordado livre devem ser criados a partir de um risco, ou apenas com uma boa noção de espaço pela bordadeira!

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Artesanato: melhor ainda para iniciantes

O artesanato está presente nas vidas de muitas pessoas por costume e tradição, porém, muita gente nunca teve contato com as diversas técnicas manuais de que tanto gostamos. Às vezes, a falta de tempo invalida as aulas presenciais porque é demorado deslocar-se até algum ateliê com a rotina maluca que vivemos.

Aula de como fazer o primeiro ponto na agulha de tricô, com a artesã Neuzy Valim. Hoje, ela faz peças incríveis, mas também começou sem saber nada!

E aí, a opção é desistir do artesanato? Se acreditássemos nisso, não teríamos criado o Canal do Artesanato, então... é claro que não!

Praticar artesanato, seja qual for a técnica, traz diversos benefícios que são rapidamente percebidos por quem faz. A melhora de autoestima, a possibilidade de conhecer novas pessoas e trocar experiências, sem falar na sensação de conquista ao conseguir desenvolver suas próprias criações, são todas características positivas que devemos trazer para o nosso dia a dia. Descobrir isso ao iniciar com uma técnica que pode se tornar a sua favorita é sempre uma experiência enriquecedora.

Tente, busque sempre o que te faz feliz, pois isso trará resultados para a sua vida!

Tem alguma história bonita que vivenciou com a prática de artesanato? Conte para nós nos comentários!